Descontos,  Economia na viagem,  Passagens aéreas,  Planejamento

O que é low cost: entenda como funcionam as cias aéreas de baixo custo

Cias aéreas de baixo custo vendem “voos low cost”. Você sabe o que isso significa?

Então se liga! Nesse artigo, vamos explicar como funcionam as companhias low cost e dar dicas de como não cair em nenhuma furada nesse tipo de voo.

O que é low cost?

Traduzido literalmente do inglês, o termo low cost significa “baixo custo” e é utilizado para descrever produtos e serviços de empresas de diferentes segmentos. Mas no ramo de viagens, o termo foi utilizado pela primeiro vez no Estados Unidos na década de 1990 com empresas que vendiam passagens aéreas com baixo custo operacional.

Porque esses voos são tão baratos?

As cias aéreas diminuem os custos tradicionais cobrados pelas companhias comuns e oferecem passagens aéreas com um valor bem abaixo do mercado, além de usar aeroportos secundários. 

Sabe o lanchinho ou os fones de ouvido que a gente costuma ganhar em alguns voos? Pode ir esquecendo… Nesses voos low cost, os serviços são vendidos separadamente, ou seja, quando você compra a passagem, está literalmente pagando só pelo voo e por uma bagagem de mão. Qualquer outra coisa que você deseje irá gerar uma taxa extra.

aviao-low-cost
Photo by Markus Winkler on Unsplash

Quais as principais companhias aéreas de baixo custo no mundo?

Segundo o site Melhores Destinos, hoje, as principais cias low cost do mundo são:

Europa: Ryanair, Easyjet, Norwegian, Vueling, Volotea, Aer Lingus, Wizz Air, Eurowings, Level, airBaltic, Pobeda e Flybe.

Estados Unidos: Spirit, Frontier, Southwest Airlines, Westjet, Sun, Allegiant e Jetblue.

Ásia e Austrália: Air Asia, Tigerair, Scoot, Jetstar, Nok Air, Lion Air, Malindo, IndiGo, Peach, Citilink West Air, Spring.

América do Sul: Sky, Viva Colombia, Flybondi, Jetsmart ou Norwegian (Argentina).

México: Volaris e Viva Aerobus.

África: FastJet, Mambo, Kulula e Jamojet.

Aqui no Brasil, a Webjet fez história como a legítima low cost nacional. A cia vendia passagens a baixo custo e obrigava as demais cias a diminuírem as taxas nas rotas em que ela operava, mas, em 2011, ela foi comprada pela Gol. 

Além disso, é importante mencionar que as cias aéreas brasileiras seguem algumas das práticas low cost, mas não a mais importante para o nosso bolso: baixa tarifa em larga escala. 

Companhias aéreas e voos low cost são seguros?

Pergunta muito importante. A resposta é SIM! Como eu comentei ali em cima, o que diminui o preço da passagem aérea – entre outros motivos – é a exclusão de serviços do voo, mas não a falta de segurança dos aviões. Pelo contrário! O uso de aeronaves novas e eficientes diminui a necessidade de tanta manutenção, além de serem igualmente obrigadas a cumprirem todas as normas de segurança.

assentos-low-cost-voo
Photo by Gerrie van der Walt on Unsplash

Vale a pena viajar com cias aéreas de baixo custo?

PONTOS POSITIVOS:

  • Preço mais em conta: você paga só pelo necessário no voo.
  • Voos diretos: diga adeus às escalas e conexões.
  • Bagagem: chega de pagar bagagem e não usar.
  • Você faz tudo online: fila? Só na hora de embarcar. O resto dá pra fazer pela internet ou pelo aplicativo.

PONTOS NEGATIVOS:

  • Deslocamento: se você embarcar em um aeroporto secundário, precisa ir até lá né? Tem que ter certeza que a cia aérea tem translado.
  • Bagagem: se você quiser despachar bagagem, tem que pagar a mais por isso.
  • Sem refeições: vai ter que levar lanchinho, sim senhor (a)!
  • Poltronas com menor espaço: quanto menos espaço, mais assentos, quanto mais assentos, mais gente no voo; mas quanto mais gente pagando, menor o custo total da viagem.

Minha opinião é: depende do seu estilo de viagem. Aos mochileiros de plantão que carregam só uma mochila e que não se importam tanto com o assento que não reclina, vale a pena! Agora, se você precisa despachar uma bagagem maior, tem programa de milhas ou quer mais conforto enquanto viaja, é melhor comparar os valores com as companhias aéreas comuns. 

Onde pesquisar passagens aéreas low cost?

Essas passagens costumam ser mais em conta quando compradas com antecedência, mas também existem muitas ofertas de última hora. O problema é ter flexibilidade de datas/horários pra isso né?

Eu, particularmente, recomendo o Skyscanner e o Google Flights para pesquisar, mas falamos um pouco sobre buscadores de passagens aéreas baratas nesse post aqui. Além disso, você pode buscar por “voos low cost em (nome do continente que você vai visitar)” no Google.


Como voar em cias aéreas de baixo custo sem passar perrengue?

  1. Antes de comprar qualquer passagem, pesquise as avaliações das companhias aéreas low cost na Internet. 
  2. Não dê ok em formulários sem ler porque esse tipo de empresa ganha dinheiro com pessoas desinformadas.
  3. Comprar por conta própria sai mais barato do que por agências de viagem. 
  4. Faça tudo online! Por telefone, há taxas.
  5. Use o seu seguro de viagem, não contrate seguro das companhias. É um gasto desnecessário.
  6. Planeje bem seu voo ou faça o seguro de cancelamento, porque as taxas de cancelamento e alteração são bem altas.
  7. Faça o check-in online e assim que abrir.
  8. Imprima seu cartão de embarque.
  9. Não se atrase! Isso pode causar a perda do seu voo e isso significa que o reembolso é igual a ZERO.
  10. Fique atento ao tamanho e peso da sua bagagem porque se você tentar embarcar com uma mala diferente da que comprou, pode ter que voltar à fila da companhia aérea para adquirir o direito de despachar uma bagagem. Cada empresa possui suas normas sobre malas.
  11.  Não compre dois voos para o mesmo dia com pouco tempo entre eles. A possibilidade de o primeiro voo atrasar ou ser cancelado existe e você não quer perder o segundo, né? 
  12. Fique atento aos seus direitos: na Europa, se um voo atrasa determinado tempo, a companhia aérea é obrigada a pagar uma indenização ao passageiro. É importante conhecer as normas para evitar qualquer problema, ok?

Ficou com alguma dúvida? Escreve pra gente nos comentários.

Avatar

26 anos, RP, se sente em casa em qualquer lugar. Acredita que ser positiva e sorrir pode abrir muitas portas pelo mundo, além de fazer bem pra alma. Do bate-volta ao mochilão, o importante é viver intensamente! Instagram @geovanna.k

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*