Nômade digital: O que é? Como se tornar um?
Dicas,  Nomadismo Digital

Nômade digital: O que é? Como se tornar um?

Nos últimos anos a expressão nômade digital vem fazendo sucesso e reunindo interessados mundo afora. 

Se você ainda não escutou falar, essa é a nova profissão dos sonhos que une liberdade de morar onde quiser sem perder o emprego. Ficou interessado? Vamos te explicar tudo sobre o assunto neste artigo, então aproveite!

Esta designação é uma das novas referências ao mundo tecnológico, que permite que profissionais iniciem e perpetuem suas carreiras totalmente em regime de home office

Atualmente, este é o sonho de muitas pessoas e, há apenas algumas décadas atrás, era totalmente impossível de ser realizado. 

Entretanto, diante do avanço da globalização, da internet e das relações de trabalho, a vida de nômade digital se tornou realidade. 

Para te ajudar a entender melhor como esse caminho é percorrido preparamos esse artigo com muitas informações interessantes. Aproveite para saber passo a passo como fazer para se tornar um também, boa leitura!

O que é o nômade digital?

Existem diversos termos para designar profissionais que atuam no mercado de trabalho de forma independente, sem os vínculos empregatícios que estamos acostumados a ver pelo regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Certamente você já ouviu falar de profissional freelancer, autônomo, liberal, informal.

Todos constroem a sua própria carreira e apresentam diferentes contextos de trabalho, assim como o nômade digital. 

De forma geral, podemos definir esse profissional como aquele que necessita apenas estar conectado à internet para realizar o seu trabalho. Já que, as suas demandas e entregas são feitas de maneira totalmente online. 

Essa definição é atribuída tanto a profissionais liberais quanto a autônomos, visto que não importa o tipo de contratação obtida, muito menos se existe ou não vínculo com o contratante. 

O que define um nômade digital é a falta de necessidade de um profissional estar fisicamente em determinado lugar para exercer suas atividades. 

Segundo o IBGE, esse ano o Brasil chegou a marca de 13,5 milhões de desempregados, por que não transformar essa situação em uma oportunidade?

Em quais áreas os nômades digitais podem atuar?

Até meados de 2020 certamente a resposta para essa pergunta seria diferente da que temos hoje. 

Mas, a pandemia causada pelo novo coronavírus mudou totalmente a situação e, alguns especialistas dizem, acelerou o processo de tornar o mercado de trabalho menos dependente de cargos que exigem a presença física do profissional. 

Por conta do Covid-19, aqueles que conseguiram transportar suas atividades profissionais para o regime home office podem adotar a vida de nômade digital. 

Para além da definição voltada para o trabalho, o conceito também gira em torno da possibilidade que a pessoa tem de mudar de cidade ou país mantendo o seu trabalho de forma constante

Dessa forma, algumas profissões, como advogados e médicos, não se encaixam nesse perfil, visto que existem empecilhos estritamente geográficos que impedem que esses trabalhadores mudem constantemente de local de moradia sem que afete no trabalho exercido. 

Por outro lado, engenheiros, arquitetos, publicitários, jornalistas, contadores e tantas outras profissões oferecem meios para que os profissionais consigam atuar como nômades digitais

Os cargos mais procurados e bem sucedidos nesse estilo de vida são, claro, aqueles que fazem parte da área da computação, visto que os profissionais atuam de forma remota na maior parte das vezes.

Sabemos, entretanto, que não depende apenas do cargo que está sendo exercido. Outro ponto importante para manter esse estilo de vida é saber se a empresa para a qual você trabalha permite esse tipo de atuação. 

Quais as vantagens de ser um nômade digital?

A melhor parte de ser um nômade digital, sem dúvidas, é ter a oportunidade de aproveitar a possibilidade de mudar de localidade sem ter que se desvincular do seu trabalho. 

É possível manter a estrutura de trabalho apenas levando seu computador para onde quer que vá. De acordo com o Itamaraty, em 2020 já haviam 4,2 milhões de brasileiros vivendo no exterior.

Para muita gente esse é o maior sonho possível: conhecer o mundo sem perder dinheiro. 

É muito comum que os nômades digitais sejam os donos da sua própria empresa, visto que esse tipo de arranjo permite maior liberdade para o profissional. 

Isso significa dizer, portanto, que você mesmo decide seu horário de trabalho de acordo com o lugar onde está. 

Se estiver em um lugar de praia no verão, por exemplo, sua jornada pode começar duas horas mais tarde para que você consiga aproveitar uma praia e relaxar antes do trabalho. 

Outro ponto positivo de se trabalhar dessa forma é a possibilidade de maior remuneração. Se você não está preso a uma cidade, não tem porque manter clientes de uma localidade só, certo?

Caso esteja se perguntando como lidar com o dinheiro sendo nômade digital, não deixe de dar uma olhada no nosso artigo sobre a melhor forma de levar dinheiro na bagagem e fique por dentro de todas as dicas!

Como se tornar um nômade digital?

Agora você deve estar se perguntando quais os passos para se tornar um nômade digital e o que falta para você entrar de vez na vida de viajante em tempo integral. 

Existem alguns pontos importantes que devem ser levados em consideração antes de trocar de estilo de vida, confira a seguir. 

Verifique se a sua profissão permite esse modelo

O primeiro passo é checar se a sua profissão permite que você seja um nômade digital. Em caso negativo, será necessário encontrar uma outra atividade econômica que te permita levar esse estilo de vida. 

Fazer essa avaliação é crucial para você decidir se pode ou não ser um nômade digital. Como vimos, não são todas as profissões que comportam esse formato. 

Idealize a sua remuneração

Caso você esteja deixando de lado um emprego formal para aderir ao estilo de vida como nômade digital, um ponto importante a ser avaliado é a questão da remuneração. 

A intenção de mudar de cidades de forma constante está acompanhada de um certo planejamento financeiro

Como sabemos, cada lugar tem um custo de vida diferente e isso influencia bastante no tempo de permanência de um nômade digital. 

Por isso, você deve avaliar as suas possibilidades e escolher a que mais se encaixa nesse formato. 

Busque clientes

Diversos profissionais que optam por esse estilo de vida já possuem, no mínimo, um cliente garantido. É interessante encontrar um número de clientes que seja possível te fornecer tanto estabilidade financeira quanto equilíbrio para viver como nômade digital. 

Agora que você já sabe tudo sobre nômade digital, com certeza já está buscando por passagens aéreas baratas, não é? Brincadeiras à parte, esperamos que você tenha curtido estas informações.

Por ser um tópico ainda muito novo e em constante mudança, se você tem interesse em seguir esse estilo de vida, recomendamos que se mantenha atualizado sobre o assunto

Para isso, sugerimos que continue acompanhando nosso blog, por aqui postamos artigos sobre o melhor tópico: viagens!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*